Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo

João Batista veio trazer sobriedade ao mundo



Segunda, 24 de junho de 2019 11:02

 

“Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: ‘João é o seu nome’. E todos ficaram admirados. No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus” (Lucas 1,63-64).

 

Queremos unir a nossa voz à voz de Zacarias, queremos unir a nossa língua à língua de Zacarias para louvar, glorificar, bendizer e adorar o Deus Santo que, na sua imensa bondade, nos deu João Batista.

Celebrar o nascimento de João Batista é celebrar a história da salvação, a intervenção salvífica de Deus. Ele envia seus homens, seus escolhidos para que operem o Reino no meio de nós.

É Jesus que vai dizer que entre os nascidos de mulher não há ninguém maior do que João, mas a grandiosidade dele não está no fato de ele ser uma estrela, ser alguém mais importante do que os outros. A importância de João está na fidelidade a Deus, no cumprimento da vontade d’Ele, no rebaixamento que João faz de si próprio, para que Deus cresça por meio dele e Ele desapareça. Isso faz de João um homem grande, porque sobre ele Deus está brilhando, sobre ele o Reino de Deus está aparecendo.

João veio para o mundo não para ser luz, mas para apontar Aquele que é a luz. João não nasceu para brilhar, mas para mostrar a única estrela que deve brilhar em nossa vida.

O nascimento de João Batista deve ser celebrado como uma grande festa. Não são as festas juninas que resumem para nossa cultura quem é João Batista. João Batista é celebrado, sobretudo, por meio da oração, homem orante que era, homem voltado para a disciplina interior a permanecer na presença de Deus. João vai ser o homem do deserto, o deserto como o lugar do encontro com Deus.

Creio que em meio a tantos foguetes e tantos barulhos que se fazem em nossa vida, sobretudo neste tempo, é preciso que adquiramos o espírito de João Batista. Aquele espírito que sabe se retirar para escutar, que sabe sair da presença dos outros para se colocar na presença de Deus.

Precisamos muito da sobriedade que João Batista veio trazer a esse mundo

Precisamos adquirir de João o espírito da sobriedade. Vivemos num mundo perdido, onde as pessoas bebem mais do que deviam, comem mais do que podem, se excedem no orgulho e nas desavenças. Precisamos muito da sobriedade que João Batista veio trazer a esse mundo.

Eu penso que o nascimento de cada criança simboliza uma alegria sem igual, porque é uma vida que nasce, que traz esperança e um alento novo.

João nos alegra pelo seu nascimento e pela vida que levou sempre na presença de Deus. Não podemos deixar de pedir a Deus que todas as crianças que estão nascendo, que ainda não nasceram, que estão no ventre de suas mães, que estão sendo geradas nasçam, cresçam e permaneçam na presença de Deus.

Entregamos nossos filhos a Deus, queremos que eles permaneçam em Deus e sejam presença d’Ele por toda a vida, como foi João Batista.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:










AS MAIS LIDAS

  Retretas de Verão já têm datas confirmadas em São Bento do Sul
 
  Anunciada data de abertura do processo de beatificação do Padre Léo
ex-padre de Santa Catarina Léo Tarcísio Gonçalves Pereira, ficou famoso pelo trabalho com dependentes químicos em Brusque e São João Batista
 
  PROGRAMA NOVOS CAMINHOS FORMA ADOLESCENTES
 
  Só o amor não basta
 
  Resistência ao uso de protetor solar aumenta risco de câncer da pele entre os homens
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
51579204 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2019 Jornal Evolução
by SAMUCA