Fale conosco
            
Fale conosco
            
Edições do Jornal:
            


 
 
Indique para um amigo
Luiz Carlos Amorim - Florianópolis/SC

Fundaador e Presidente do Grupo Literário A ILHA em SC, que completa 39 anos de atividades literárias e culturais neste ano de 2019 . Cadeira 19 da Academia Sulbrasileira de Letras. Mora atualmente em Lisboa.

 

Editor das Edições A ILHA, que publicam as revistas SUPLEMENTO LITERÁRIO A ILHA,  MIRANDUM (Confraria de Quintana) e ESCRITORES DO BRASIL, além de mais de 50 cem títulos livros de vários géneros, antologias e edições solo.

 

Editor de conteúdo do portal PROSA, POESIA & CIA., do Grupo Literário A ILHA.

 

Autor de 32 livros de crônicas, contos,  poemas, infanto-juvenil, história da literatura, três deles publicados no exterior, em inglês, francês, italiano e inglês, além de poemas publicados em outros países como India, Rússia, Espanha, Grécia, etc.

 

Colaborador de revistas e jornais no Brasil e exterior – tem trabalhos publicados na Índia, Rússia, Grécia, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Cuba, Argentina, Uruguai, Inglaterra, Espanha, Itália, Cabo Verde e outros, e obras traduzidas para o inglês, espanhol, bengalês, grego, russo, italiano, francês, alemão.

 

Colaborador em vários portais de informação e cultura na Internet, como Rio Total, Telescópio, Cronópios, Alla de Cuervo, Usina de Letras, etc.

 


SOLIDARIEDADE LITERÁRIA E CULTURAL



Segunda, 04 de novembro de 2019 16:42

Um dos meus assuntos recorrentes é a iniciativa, sempre inovadora e quase sempre original,  de pessoas ou grupos, no sentido de incentivar o hábito da leitura, possibilitando o acesso ao livro.Pois a professora Edna, de Divinópolis, em Minas Gerais, é uma dessas pessoas dedicadas e abnegadas, que investe tudo na educação, que investe em uma escola melhor e vive tendo ideias boas, que transforma em projetos, realizando-os com sucesso, para benefício dos seus alunos.Ela passou, como sempre, pelo meu blog e leu a crônica sobre livros, leitura e bibliotecas e comentou como o livro é importante para ela e para todos nós. Ela tem vários alunos que não tinham nenhum contato com esse receptáculo de conhecimento, magia e encantamento, nem tinham a responsabilidade ou curiosidade de conhecê-lo e agora, depois de um trabalho incessante, a professora pode dizer que a recompensa chegou. Principalmente quando seus pupilos leem e comentam com entusiasmo as leituras feitas. É muito prazeroso, para ela, ver este processo acontecendo.Recentemente, diz a professora, "lembrei, na sala de aula, do que dissemos acima sobre a leitura. Tenho um aluno muito engraçado, chamado Sérgio. No início do ano pedia-lhe para ir a biblioteca e ele dizia: 'Ah, não, professora, eu não gosto de ler e nem sei que livro pegar'. Percebi que o trabalho seria mais difícil do que imaginava. Então ia à biblioteca, lia muitos livros para chegar na sala de aula e dar boas referências de obras e de autores e, assim, o tempo foi passando e a fala do Sérgio hoje é diferente. Há poucos dias estava corrigindo exercícios e percebi que o garoto estava quietinho na carteira, deliciando-se com a leitura de um livro, quando falei algo e ele disse: 'Ah, não, professora, a leitura está tão boa, deixe eu continuar, por favor!' E neste momento tive a sensação de missão cumprida em relação à implementação da leitura na sala de aula, na vida dos alunos e principalmente na minha vida. E este é apenas um dos relatos no meio de tantos."Professora Edna acha muito bom trabalhar atividades relacionadas ao livro literário com seus alunos. O projeto Histórias Viajantes está a todo vapor, mas ela precisa, ainda, sensibilizar muito mais pessoas para ajudarem nesta causa. Já arrecadou mais de 500 livros, mas a necessidade ainda é grande e o projeto precisa de muitos exemplares, pois são muitos lugares e pessoas a ajudar, a aproximar dos livros.

Então eu conclamo a quem tiver livros que já leu e pode doar, que os envie à professora, para que ela continue a brilhante missão de fazer com que as pessoas gostem de ler e tenham, efetivamente, livros para ler. O endereço para a remessa de obras literárias, inclusive infanto-juvenis, é: Professora Edna Cristina Matos, Rua Paulo Ferreira da Silva, 60 – Santa Rosa – 35500-497 – Divinópolis – MG.Isso é solidariedade cultural. É dar condições a quem quer realizar alguma coisa de bom em favor de nossos filhos, em favor de um futuro melhor para todos. E isso me lembra uma outra professora aqui pertinho, em Joinville, que faz o mesmo trabalho de incentivar e incutir o gosto pela leitura, de proporcionar livros para todos, a professora Marisa.

 

 


Encontrou erro? Encontrou algum erro? Informe-nos, clique aqui.

Veja também:








Anuncie Aqui
AS MAIS LIDAS

  Retretas de Verão já têm datas confirmadas em São Bento do Sul
 
  Anunciada data de abertura do processo de beatificação do Padre Léo
ex-padre de Santa Catarina Léo Tarcísio Gonçalves Pereira, ficou famoso pelo trabalho com dependentes químicos em Brusque e São João Batista
 
  PROGRAMA NOVOS CAMINHOS FORMA ADOLESCENTES
 
  Só o amor não basta
 
  Resistência ao uso de protetor solar aumenta risco de câncer da pele entre os homens
 

Classificados
Clique aqui e envie seu anúncio gratuitamente.

 
51579110 acesso(s) até o momento.

Inicial   |   Notícias   |   Classificados   |   Colunistas   |   Sobre nós   |   Contato

© Copyright 2019 Jornal Evolução
by SAMUCA