Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
Facebook Jornal Evolução       (47) 3633-1230       Whatsapp Jornal Evolução (47) 99660-9995       E-mail

São Bento do Sul ganhará Jardim Botânico

Sexta, 13 de dezembro de 2019


  #slideshow 

Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (12) na Prefeitura de São Bento do Sul, a Amunesc apresentou o projeto que deve mudar a paisagem da cidade. Trata-se de um Jardim Botânico que será construído no bairro Centenário, próximo a polos de ensino tecnológico. No total a área conta com 107 mil metros quadrados. A prefeitura já conta com recursos para iniciar as construções. A previsão é de que as obras iniciem no primeiro trimestre de 2020.

O prefeito Magno Bollmann acompanhou a apresentação. “Eu quero agradecer ao Tufi e toda a equipe nesse momento importante. Agradeço sinceramente a todo o time da Amunesc que fizeram o possível e o impossível, tenho certeza, porque todos os municípios pediram projetos, e nós também fomos gratificados com esse presente que é o projeto do Jardim Botânico, um projeto que nós sonhamos juntos há muito tempo. Este é um parque do conhecimento, um projeto pioneiro em Santa Catarina. Lá o aluno sai da parte teórica e desenvolve a parte prática”, afirmou o prefeito.

No encontro estavam presentes, além do prefeito e da equipe técnica da Amunesc responsável pelo projeto, uma comissão formada pelos coordenadores e profissionais das instituições educacionais que serão parceiras do projeto, que têm suas bases na área adjacente ao local onde será construído o Jardim Botânico: Instituto Federal Catarinense (IFC), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Sociedade Educacional de Santa Catarina (UniSociesc) e Fundação de Ensino, Tecnologia e Pesquisa (Fetep).

Os especialistas fizeram considerações sobre o anteprojeto, que deve agora seguir para a primeira revisão. Para o secretário-executivo da Associação, Tufi Michreff Neto, esta é uma integração fundamental: “estamos falando de um projeto que, em sua concepção, deve priorizar não só o lazer, mas o desenvolvimento do conhecimento científico. É de grande importância termos técnicos e especialistas da academia contribuindo com as discussões, porque somente com esta união entregaremos um projeto completo e que atenda a todas as necessidades”, declarou Tufi.

O secretário de Planejamento e Urbanismo do município, Luiz Cláudio Gayer Schuves, afirma que a prefeitura já destinou recursos para o início das obras, quem devem começar em 2020: “agora nós temos condições de levar energia elétrica e cercar a área, e também já temos os recursos do Samae para começar a construir os dois memoriais. A ideia é iniciar no ano que vem. Nós estamos há quase dois anos trabalhando nesse Jardim Botânico e ele era um sonho. Hoje esse sonho está avançando, um passo a mais foi dado”, afirmou.

A estrutura inclui inicialmente um laboratório municipal de fitoterapia, uma estufa para o desenvolvimento de plantas que servirão de matéria-prima às preparações farmacêuticas fitoterápicas, um centro administrativo com auditório para 50 pessoas e duas edificações em de características enxaimel que abrigarão os memoriais do Pagamento por Serviço Ambiental (PSA) e do Consórcio Intermunicipal Quiriri. 

Segundo a arquiteta e urbanista Tabata Yumi Fujioka, “o projeto teve como inspiração os mesmos conceitos do Consórcio Quiriri, buscando a integração do homem com a sociedade e a natureza, destacando-se pela conexão com os centros de ensino e tecnologia existentes na região. Com este projeto buscamos ainda resgatar a memória das edificações tradicionais da arquitetura germânica, através da técnica construtiva enxaimel utilizado nos memoriais do PSA e do Consórcio”, completou.



Comente






Conteúdo relacionado





Inicial  |  Notícias  |  Colunistas  |  Sobre nós  |  Contato  | 

Contato
Fone: (47) 3633-1230
Celular / Whatsapp: (47) 99660-9995
E-mail: contatojornalevolucao.com.br



© Copyright 2020 - Jornal Evolução Notícias de Santa Catarina
by SAMUCA